News

Meu filho está no ensino médio, o que fazer?

“Não faz muito tempo, você estava lá: um sentimento incrível de não ser mais criança, o desejo de fazer coisas de adulto, aquele amor platônico que se transformou (ou não) no primeiro romance”. Também existiam as espinhas, o bullying (que na época não tinha esse nome) e a prova de física. A vida escolar na adolescência não é fácil, você deve se lembrar. Mas agora é a vez do seu filho no ensino médio!

Comecemos com o principal: participe da vida escolar de seu filho. Participar e acompanhar a vida escolar do filho quando ele é adolescente é mais desafiadora, a “onipotência” da idade faz com que aquela ideia da criança que ouve e acredita nos pais, caia por terra, pois o adolescente quer justamente o contrário, a independência, a vontade de fazer o que bem quiser aflora o adolescente não está pronto muitas vezes para isso. Vejam as dicas:

• Combata a inércia: ocupe o tempo com atividades físicas e intelectuais, mantendo também o ócio sob controle, ele também é importante.

• Organize uma rotina de estudos: com a quantidade de disciplinas e conteúdos é primordial ajudá-los a se organizarem, fazendo isso você mostra a ele que existe tempo para tudo.

• Elimine o “deixa pra depois” com metas: o deixa pra depois faz parte da rotina de todos, inclusive da nossa. Ajude seu filho a dividir grandes tarefas em pequenas, essa técnica poderá ajudá-lo a ser mais produtivo. Divida por exemplo um livro de 300 páginas em 10 páginas por dia, em trinta dias o livro estará lido e dentro do prazo da escola.

• Recompense: um sistema bem ajustado de recompensa poderá motivá-lo, não prometa dinheiro ou presentes, as recompensas precisam ser proporcionais à tarefa realizada. Se ele leu o livro em 30 dias certinho, pode ganhar um tempo a mais no celular ou na atividade que gosta.

• O adolescente precisa dormir: é fato, o adolescente precisa dormir para funcionar bem, é no bom sono que os conhecimentos se fixam, ficar acordado até tarde só atrapalha esse processo.

• Cobrar com sabedoria: nesta fase tudo conta, emoções e hormônios a flor da pele. Um resultado ruim pode acontecer mesmo com o esforço, ofereça ajuda. Essas frases aproximam: “me conte o que aconteceu de errado”, “tenho certeza que você irá melhorar”, essas e outras poderão ajuda-lo a entender causa e efeito.

Leave a comment